Notícias

Startups israelenses arrecadaram US$600 milhões através de ICOs em 2018

*Por Criptomoedas Fácil

 

De acordo com um novo relatório do setor de criptomoedas, publicado pela agência de notícias Coindesk, as startups israelenses arrecadaram mais de US$600 milhões em financiamento de ofertas iniciais de moedas (ICOs, na sigla em inglês) nos três primeiros trimestres de 2018.

A empresa de pesquisa e análise de criptomoedas One Alpha pesquisou projetos de ICOs e blockchain globalmente, desde o ano passado, com o objetivo de fornecer uma visão geral sobre o status da blockchain e do ecossistema de ICOs, com um foco particular em Israel.

A pesquisa da One Alpha contou com 140 empresas relacionadas ao cenário ativo de blockchain em Israel, que, quando combinadas com outras formas de investimento, receberam US$1,3 bilhão em investimentos.

“Mais de 60% das empresas e 88% dos fundos são relacionados à icos”, observou o relatório.

O valor de US$600 milhões representa um aumento em relação aos números de 2017, em linha com o salto geral no crescimento de ICOs observado este ano. Mas não foi um grande salto para as ICOs específicas de Israel, com a One Alpha descobrindo que as empresas no país arrecadaram US$586 milhões no total em 2017 entre menos de 20 vendas de tokens.

Yaniv Feldman, CEO da One Alpha, disse que os números falam da força do ecossistema blockchain em Israel de forma mais ampla.

“Os israelenses são menos de 0,1% da população global, enquanto que 3 a 5% da arrecadação global de fundos de icos é, definitivamente, algo que mostra que Israel é um do mais importantes em termos de inovação blockchain”, disse ele.

Como publicado anteriormente, em 2018, os reguladores israelenses esclareceram suas posições em questões relacionadas às criptomoeda da blockchain. Por exemplo, em março, a Autoridade de Valores Mobiliários de Israel recomendou regulamentações que buscavam diferenciar os chamados tokens de utilidade de criptoativos que são considerados valores mobiliários, uma medida que ocorreu vários meses depois que as autoridades divulgaram um plano preliminar para a taxação de ICOs em janeiro.

Olhando para o futuro, Feldman observou que Israel não está interessado em ser excessivamente “crypto-friendly”, em comparação com jurisdições como Malta ou Gibraltar. Ele argumentou que Israel preferiria regular a indústria de tal forma que elevasse as empresas locais, acrescentando que a nação está olhando especificamente para os reguladores dos EUA como um exemplo.

*Matéria escrita por Amanda Bastiane e publicada, originalmente, no portal Criptomoedas Fácil

Comentários

PUBLICIDADE

RECEBA NOVIDADES

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Oferecimento:

Projeto mantido por:

Media Partners: