Notícias

SEC dos EUA mira ferramenta de Big Data com dados de grandes blockchains

*Por Criptomoedas Fácil

 

A Comissão de Valores Mobiliários (SEC) dos EUA está mirando uma ferramenta para fornecer uma visão de Big Data de grandes blockchains, conforme mostra o artigo publicado pela Coindesk.

Em um comunicado publicado na última quinta-feira, 31 de janeiro, o regulador disse que está procurando pequenas e grandes empresas que possam fornecer dados para os registros de blockchain mais utilizados com base no volume de transações, a fim de “monitorar riscos e melhorar a conformidade” relacionados às criptomoedas.

A SEC disse que requer os dados em um formato “facilmente analisável”, juntamente com uma visão geral de como as informações são extraídas e convertidas para garantir que “não haja perda de integridade e precisão dos dados devido as ferramentas e processos de transformação de dados aplicados”. Notavelmente, a agência está procurando identificar detalhes de transação entre “o universo de informação disponível”.

De acordo com o comunicado, os fornecedores interessados ​​devem responder à SEC até 14 de fevereiro.

A notícia vem logo depois que a SEC disse que as criptomoedas serão uma de suas prioridades de exame este ano, incluindo “preocupações relacionadas à custódia de ativos de investidores, avaliação, divulgações omitidas ou enganosas sobre as complexidades dos produtos e tecnologia, e os riscos de uma dramática volatilidade de preços”.

Em outubro passado, montou o Centro Estratégico de Inovação e Tecnologia Financeira (FinHub) para permitir que startups de tecnologia financeira, incluindo as que lançam ofertas iniciais de moedas (ICOs, na sigla em inglês), explorem as implicações legais de seus produtos.

A comissão também disse que planeja lançar um guia de “inglês simples” sobre quando e como as criptomoedas podem ser classificadas como títulos para ajudar os desenvolvedores a determinarem por conta própria qualquer oferta potencial de token.

Outro regulador dos EUA, a Comissão de Futuros e Commodities (CFTC), disse que estava procurando aprender mais sobre o Ethereum em dezembro, desde a tecnologia até a forma como é usada, para garantir a conformidade dos mercados de derivativos com base na criptomoeda.

*Matéria escrita por Amanda Bastiani e publicada originalmente no Criptomoedas Fácil

Comentários

PUBLICIDADE

RECEBA NOVIDADES

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Oferecimento:
Projeto mantido por:
Media Partners: