Notícias

Suíça sai na frente dos Estados Unidos e lança primeiro ‘ETF de Bitcoin’ regulado

*Por Portal do Bitcoin 

 

A SIX Swiss Exchange, operadora e proprietária da principal bolsa de valores da Suíça, vai lançar um derivativo que rastreia múltiplas criptomoedas, como o bitcoin, chamado ‘ETP’ (Produtos Negociados em Bolsa), semelhantes aos ETFs (Fundos Negociados em Bolsa) ainda sem desfecho na Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC).

O novo produto, ‘Amun Crypto ETP’, será oferecido pela Amun Technologies Limited (Amun G), fintech criada por um grupo de banqueiros cujo objetivo era tornar o processo de compra de criptomoedas o mais simples possível e de maneira regulamentada.

Em seu site, o ETP já é citado como “o primeiro produto de índice de criptomoedas listado no mundo”.

“A Amun torna o investimento em criptoativos tão fácil quanto comprar uma ação. Nosso índice Amun será um ETP listado na Bolsa de Valores da Suíça e lhe dará acesso a uma cesta diversificada e ponderada pelo valor de mercado dos cinco principais criptoativos”.

De acordo com um relatório do Financial Times, os reguladores suíços saíram na frente dos americanos, concordando em dar sinal verde ao produto tão desejado por instituições financeiras de todo o mundo.

Os ETPs são investimentos derivados que são negociados em bolsas de valores, avaliados com base em uma commodity ou, no caso do ETP da Amun Crypto, o benchmark será criptomoedas, diz o site.

Com base nos relatórios, a Amun Crypto ETP vai negociar 50% de seus ativos investidos em Bitcoin (BTC) e o restante será dividido em Ripple (XRP), Ethereum (ETH), Bitcoin Cash(BCH) e Litecoin (LTC).

Hany Rashwan, CEO e cofundador da Amun, disse que o derivativo cumprirá os mesmos padrões exigidos por outros “produtos tradicionais negociados em bolsa amplamente utilizados pelos investidores”.

Disse, também, que os ETPs servirão tanto as empresas institucionais quanto os investidores comuns — facilitando o acesso àqueles que buscam esse tipo de investimento e que enfrentam impedimento regulatório local.

Ao ser questionado sobre a escolha da Suíça como país ponto-chave, Rashwan declarou:

Acreditamos que a Suíça é a melhor jurisdição”.

 

*Matéria escrita por Wagner Riggs e publicada originalmente no Portal do Bitcoin

Comentários

PUBLICIDADE

RECEBA NOVIDADES

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Oferecimento:

Projeto mantido por:

Media Partners: