Notícias

Charlie Lee focará em melhorar a privacidade e a fungibilidade da Litecoin em 2019

Charlie Lee, criador da Litecoin (LTC), declarou que se concentrará em tornar a maior criptomoeda do mercado mais fungível, em um tuíte publicado em 28 de janeiro, conforme mostra o artigo publicado pela Cointelegraph.

Lee afirmou no tuíte que “a fungibilidade é a única propriedade saudável do dinheiro que está faltando no Bitcoin e na Litecoin”, acrescentando que “o próximo campo de batalha será sobre fungibilidade e privacidade”.

A conclusão do tuíte é que o desenvolvedor quer zerar a implementação de transações privadas na Litecoin, declarando:

“Agora estou focado em tornar a Litecoin mais fungível, adicionando transações confidenciais”.

Em resposta a outro tuíte no mesmo tópico, Lee explicou que as transações confidenciais poderiam ser adicionadas à Litecoin através de um soft fork. Um soft fork é uma modificação feita no código-fonte da criptomoeda que não leva à divisão da blockchain, como acontece com um hard fork.

Lee também observou que a atualização seria implementada “em algum momento de 2019”.

Fungibilidade é a propriedade do dinheiro que implica que cada unidade de um determinado ativo tenha exatamente o mesmo valor que qualquer outro ativo do mesmo tipo e unidade. Como relatado anteriormente, a fungibilidade do Bitcoin (BTC) tem sido questionada quando Bitcoins específicos se tornam “contaminados” por seu envolvimento em atividades criminosas, o que pode diminuir seu valor.

As criptomoedas focadas em privacidade, como Monero (XMR), Zcash (ZEC) e Dash (DASH), foram propositadamente criadas para melhorar os problemas percebidos no Bitcoin e em outras altcoins, como a falta de anonimato e fungibilidade.

A Litecoin é atualmente a sétima maior criptomoeda em valor de mercado.

Comentários

PUBLICIDADE

RECEBA NOVIDADES

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Oferecimento:
Projeto mantido por:
Media Partners: