Notícias

Bitcoin atinge o maior valor do ano, rompendo o patamar de US $ 6 mil

Movimento de valorização do Bitcoin vem sendo registrado desde abril e anima os investidores

 

*Por WeBitcoin

A perspectiva otimista que vem acompanhando a trajetória do Bitcoin nos últimos dias tem mais um bom motivo a celebrar. A criptomoeda começou o dia de hoje (9) rompendo a barreira dos US $ 6 mil, sendo negociada, por volta das 8 horas da manhã, a um valor próximo dos R$ 24 mil. A notícia confirma uma tendência de valorização percebida a partir de abril, quando a moeda virtual começou a indicar crescimento, chegando a casa dos US $ 5 mil, que já representava um patamar significativo para o semestre, tendo em vista que novembro de 2018 havia tido o último registro dessa cotação.

O valor próximo dos US $ 5 mil representa, para os investidores, um impulso à circulação da moeda virtual, tendo em vista ser considerado um teto para as operações de venda. Desde que a cotação foi atingida, no começo de abril, o bitcoin demonstrava certa regularidade, mantendo-se na casa próxima dos 5K e acumulando um crescimento médio de 30%, com o movimento de chegada ao valor registrado hoje sendo aguardado pelo mercado. O anúncio do ciberataque sofrido essa semana, pela Binance, uma das maiores players mundiais das negociações de criptoativos, promoveu uma leve queda, sem ser fortemente sentido pelo bitcoin.

O ano que pode representar um importante ciclo

O ano de 2019 vinha, até então, sendo considerado dúbio para a criptomoeda lançada por Satoshi Nakamoto. Em 2018, o bitcoin teve uma desvalorização de mais de 80%, em se considerando a cotação máxima já registrada pela moeda, de cerca de US $ 20 mil, em 2017. Mas o que, numa visão mais pessimista, podia parecer um movimento indicativo de poucas condições de sobrevivência para o Bitcoin, também era interpretado, numa visão mais moderada, como um sinal de amadurecimento do mercado e da criptomoeda.

Em se considerando as análises trazidas por alguns veículos especializados, os últimos dias tem sido realmente importantes para a trajetória do Bitcoin, que registra uma recuperação da ordem de 90%, se levados em consideração o período comportado desde dezembro de 2018. Uma trajetória bem demonstrada no gráfico a seguir, do Bloomberg, um canal especializado em notícias do mercado financeiro, e publicado em matéria do MoneyWeb, destacando que o Bitcoin registra uma sequência de vitórias que contabiliza sete dias e não era registrada desde maio de 2017, quando a moeda virtual teve picos áureos.

Movimentos indicativos, na visão de entusiastas dos criptoativos, como o investidor bilionário Mike Novogratz, de uma recuperação que só está começando. Em entrevista concedida à CNN Business, recentemente, ele previu que o Bitcoin triplique de valor nos próximos 18 meses, voltando à maior cotação de sua história.

 

*Matéria escrita por Daniela Risson e publicada originalmente no WeBitcoin

Comentários

PUBLICIDADE

RECEBA NOVIDADES

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Oferecimento:
Projeto mantido por:
Media Partners: