Notícias

Bilhetes de metrô são emitidos em blockchain e pagos com reconhecimento facial em cidade chinesa

*Por Criptomoedas Fácil

 

A estação Futian do metrô de Shenzhen, cidade chinesa, foi a primeira do país a receber o pagamento de uma passagem emitida em uma blockchain, por meio de uma fatura eletrônica. A informação foi divulgada pelo portal de notícias Securities Daily, no início desta semana.

Shenzhen é a primeira Zona Econômica Especial (ZEE) da China. A função de fatura eletrônica foi desenvolvida em parceria do Departamento de Tributação Municipal de Shenzhen e da gigante chinesa de tecnologia Tencent, que forneceu o backup com a tecnologia blockchain através de sua plataforma de troca de mensagens, o WeChat, a mais popular plataforma do tipo no país – possui cerca de 1 bilhão de usuários.

De acordo com a publicação, após o término de cada viagem, o código do passageiro do metrô de Shenzhen pode ser visto na página do voucher de pagamento do WeChat. Além disso, os usuários poderão usar reconhecimento facial para executar o pagamento da passagem do metrô. A agência de notícias destacou que até o dia 15 de março, o sistema de faturamento eletrônico emitiu mais de um milhão de faturas eletrônicas via blockchain, com um faturamento total de 1,33 bilhão de yuans (cerca de US$200 milhões).

O artigo afirma que a expectativa do governo é que o sistema de faturas eletrônicas para os passageiros do metrô registre 170 mil faturas de autoatendimento on-line por dia.

A aplicação no metrô de Shenzhen é o primeiro passo na implementação de um sistema eletrônico de faturas com blockchain que afetará todo o sistema de transporte público do país, incluindo “táxis, ônibus do aeroporto e outros modais de tráfego simultaneamente, com funções de faturamento eletrônico on-line via blockchain”.

Em 12 de dezembro, o Shenzhen Municipal Taxation Bureau e a Tencent anunciaram que haviam vinculado com sucesso um sistema de faturas blockchain com a plataforma de pagamento WeChat.

Agora, os chineses juntam-se aos nossos vizinhos da Argentina. No mês passado, o Sistema Único de Boleto Eletrônico, o cartão de transporte público estadual argentino, fez uma parceria com a Bitex, que fornece serviços financeiros acionados por blockchain, para fornecer aos passageiros do metrô a opção de pagamento com Bitcoin (BTC).

 

*Matéria escrita por Luciano Rocha e publicada originalmente no portal Criptomoedas Fácil

Comentários

PUBLICIDADE

RECEBA NOVIDADES

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Oferecimento:
Projeto mantido por:
Media Partners: