Artigos

O que é DAO e como surgiu?

O início de uma nova era de estrutura organizacional que muda todo o conceito de como criamos produto e compartilhamos o lucro

 

DAO (decentralized autonomous organization) é uma estrutura organizacional que muda a forma convencional que conhecemos como uma empresa funciona hoje. Esse modelo é considerado por especialistas como o futuro das organizações. Sem presidentes, sem diretores e sem chefes despreparados mandando em você.

As pessoas costumam ter grandes problemas pra se comunicarem claramente e interagirem entre elas. As pessoas divergem o tempo todo e é comprovado que o ser humano não tem uma boa capacidade para estipular tempo para as suas tarefas. Com isso, os funcionários de uma organização costumam sofrer pressão para a entrega de uma demanda até a data limite.

Além disso, existe o assédio moral dos superiores, que por estarem em uma posição acima, alguns abusam do poder. Outros, têm uma péssima capacidade de gestão e liderança, o que reflete diretamente na equipe e nas entregas.

Outro ponto no modelo tradicional de estrutura, é a diferença entre os colaboradores. É normal ver seu colega de trabalho pouco produzindo em relação a você, mas ele ganha 30% ou 50% a mais. Como isso pode ser justo? Você se esforça mais, produz mais e mesmo assim, ele é o maior recompensando.

Eu poderia ficar horas falando dos problemas da estrutura organizacional no modelo tradicional. Mas a ideia do post é esclarecer muito mais o que é DAO do que criticar o modelo que já conhecemos.

 

Um pouco de história

Procurando entender um pouco mais sobre a história de DAO, o wikipedia diz:

Uma organização autônoma descentralizada ( DAO ), às vezes chamada de corporação autônoma descentralizada ( DAC ), é uma organização que é executada por meio de regras codificadas como programas de computador chamados de contratos inteligentes. As regras de registro e programa de transações financeiras de um DAO são mantidas em um blockchain. O estatuto jurídico preciso deste tipo de organização empresarial não é claro.

Um exemplo bem conhecido destinado ao financiamento de capital de risco, foi o The DAO, que foi lançada com US$ 150 milhões em crowdfunding em junho de 2016 e foi hackeada e roubada em US $ 50 milhões em criptomoedas. Este ataque foi revertido nas semanas seguintes, e o dinheiro foi restaurado, através de um hard fork da blockchain Ethereum. Este resgate descentralizado foi possível graças a uma votação majoritária da taxa de hash do blockchain (entenda como funciona o blockchain no meus outros artigos, clicando aqui)

 

The DAO

A organização The DAO iniciou com um objetivo de criar um novo modelo de negócios descentralizado para empresas comerciais e sem fins lucrativos. Ela foi instanciada na blockchain Ethereum e não tinha a estrutura de gestão convencional. O código fonte dos smart contracts da organização The DAO são open source.

The DAO foi uma organização apátrida e não tinha qualquer ligação com algum país, com isso, muitas questões foram levantadas sobre como os órgãos reguladores do governo lidariam com esse modelo.

O The DAO foi inicializada através de um crowdfunding e em um mês que arrecadou mais de US $ 150 milhões em fundos. Na época, o lançamento foi a maior campanha de angariação de fundos de crowdfunding de todos os tempos.

Mais tarde, em junho de 2016, os hackers atacaram o The DAO com base em vulnerabilidades que haviam no blockchain Ethreum. Os hackers conseguiram acesso a 3,6 milhões de ETH, valendo cerca de US $ 50 milhões na época. Isso levou a uma discussão maciça e contenciosa entre os investidores da DAO, com alguns indivíduos sugerindo várias maneiras de abordar o hack e outros pedindo que o The DAO fosse permanentemente dissolvido. Este incidente também figurou com destaque no hard fork do ethereum que ocorreu logo em seguida.

O The DAO operava em território obscuro no que diz respeito a vender ou não títulos também. Além disso, havia questões antigas sobre o modo como o The DAO funcionaria no mundo real. Era necessário que investidores e empreiteiros convertessem o ETH em moedas fiduciárias, o que poderia ter impactado o valor do éter (ETH) .

Seguindo a discussão contenciosa sobre o futuro do The DAO e o incidente massivo de hackers em setembro de 2016, um número grande de corretoras deixaram de listar o token DAO, marcando o fim efetivo para o The DAO como foi inicialmente previsto.

 

Como funciona um projeto em uma DAO

Vamos imaginar que você tem uma ideia de um smartphone revolucionário e você precisa de ajuda para construí-lo. Para isso, você precisaria de um engenheiro de software, de hardware, designer, entre outros profissionais. Você precisará de tokens da DAO para construir um projeto através dela.

Você precisará construir uma proposta, utilizando os seus tokens como oferta pelos serviços e publicar esta proposta. Caso os termos estejam de acordo com os prestadores de serviços, eles iniciarão as atividades e são obrigados a entregar as suas atividades através de smart contracts pré desenvolvido na rede Ethereum.

Os prestadores de serviços são pagos, em token, conforme eles realizam as atividades ao invés de receber um montante de uma vez. Por exemplo, se uma das tarefas é criar um designer externo do smartphone e essa tarefa teve uma recompensa de 1 ETH, quando ela for finalizada via smart contract, o profissional receberá 1 ETH em sua carteira, automaticamente, garantido pelo contrato.

Depois de meses de trabalho, o smartphone está pronto para ser vendido. Os clientes podem encomendar o novo produto e pagar por ele usando Ether. A DAO coleta a receita, usa parte dela para aumentar a organização e o restante é enviado para você e outros portadores de token como recompensa. Ou seja, todos que fazem parte da rede e possuem tokens, recebem uma recompensa pelo sucesso desse projeto.

Como detentor do token, você ganha dinheiro quando a DAO ganha dinheiro e ganha um bônus extra para iniciar o projeto, se a proposta estiver estruturada dessa forma.

Em alguns projetos não há recompensas e a DAO mantém todo o lucro, em benefício dos portadores de tokens.

Você poderia construir qualquer coisa dessa maneira. Aplicativos, carros elétricos, livros, roteadores — você escolhe.

Mas quem é o dono da DAO?

Essa é a parte mais interessante, NINGUÉM.

Desde que nascemos, é imposto a nós entender que para que as coisas funcionem, precisa de uma autoridade central controlando e regulando. E é por isso que é difícil para o ser humano entender como algo pode funcionar sem um governo como ponto central.

Dando um ótimo exemplo sobre algo que funciona de forma descentralizada e autônoma é a própria internet. Existem autoridades para coisas como nomes de domínio, mas a internet como uma rede descentralizada não depende delas.

Assim como Ethereu, bitcoin e uma DAO, ela não tem um ponto centralizador. O que ela tem são curadores. Que ajudam a cuidar as operações e segurança.

E uma curiosidade, DAO (  ) é uma uma antiga palavra chinesa para a filosofia do ‘Caminho’. É uma incrível coincidência.

 

Como identificar uma DAO

Hoje em dia tem aparecidos muitas organizações auto denominadas como DAO. Agora que você já sabe o que é e como funciona, talvez você já consiga identificar quando é uma DAO genuína ou uma DAO que não tem nada de descentralizada.

Alguns pontos importantes sobre uma verdadeira DAO, como já disse no artigo, é o fato de ela funcionar sem uma empresa ou pessoa como gerenciador da organização. Ela funciona apenas com os smart contracts.

Outro ponto importante, é o fato dela ser escalável na sua forma de colaboração. Isso quer dizer que qualquer pessoa no mundo, participando da DAO, utilizando seus tokens, deveriam estar aptas a entrar em um projeto. Dessa forma, seria possível reduzir o problema de falta de mão de obra qualificada.

Renan Pitz Alves

Com experiência em grandes empresas como Enel, Accenture, Red Hat e no exterior, Renan atualmente é Sysadmin e devops na PagSeguro. Especialista em blockchain, tem dedicado seu tempo livre para se aprofundar na arquitetura e entender como ela pode trazer benefícios para a sociedade. Co-fundador da Go Blockchain, está engajado como colaborador da plataforma.

Comentários

PUBLICIDADE

RECEBA NOVIDADES

Fique por dentro de todas as novidades, eventos, cursos, conteúdos exclusivos e muito mais.

Oferecimento:

Projeto mantido por:

Media Partners: